Aproveitando o Valentine’s Day que acabou de ocorrer, listamos algumas das mais conceituadas músicas românticas do Rock’n’Roll.

Dia 14 de fevereiro é dia de São Valentim, o Dia dos Namorados ao redor do mundo. No Brasil, falamos de 12 de junho. Mas não importa – com a trilha certa, com certa playlist de certas músicas românticas, todo dia pode ser um bom dia para expressar sentimentos e declarar o amor.

Dentre muitas outras coisas, a tradição do Rock também se mostrou delicadamente apaixonada e sensível. Pois dessa ordem de emoções singelas, porém intensas, surgiu uma reminiscência poética de baladas mais lentas, ainda que feitas de vozes graves e profundas. Grandes artistas, grandes poetas, ao seu jeito, fizeram suas pequenas odes e serenatas a quem amavam.

Apresentamos aqui um top5 de músicas românticas internacionais que há tempos tocam corações e almas.

● 1. “You’re so Beautiful” – Joe Cocker (1974).
A voz e os gestos de Joe Cocker fazem com que essa extraordinária declaração de amor cante diretamente para nossas almas. E vale dizer que esta peça de música romântica também se tornou um dos maiores sucessos e uma das grandes assinaturas da carreira deste mestre. A beleza pode estar nos olhos de quem ama – mas não importa. Pois sentimos intensamente sua verdade emocionada através desta mágica expressão do gênio de Joe Cocker.

● 2. “Wild Horses” – Rolling Stones (1971).
Sem dúvida, um dos lados mais sensíveis dos ‘Stones. Pois cavalos selvagens jamais poderiam silenciar algo como este sentimento especial de amor expressado por Mick Jagger e Keith Richards. A delicadeza formal dos toques acústicos de “Wild Horses” fazem desta balada clássica uma expressão da mais sincera emoção – uma peça inestimável neste nosso pequeno tesouro de músicas românticas.

● 3. “Maybe I’m Amazed” – Paul McCartney (1970).
Estamos todos absolutamente impressionados. A inspiração de Paul McCartney fez dessa balada encantadora uma ode à sua esposa, ao seu mais que ilustre amor, à figura de Linda McCartney. Se há um artista que sabe expressar-se em pequenas músicas românticas este é Sir Paul – poderíamos ter escolhido uma sequência de composições de seu tempo de Beatles. Esta, porém, não é apenas uma pequena música romântica; sua poesia e harmonia fazem dela uma obra grandiosa tanto quanto comovente.

● 4. “Perfect Day” – Lou Reed (1972).
Por vezes, o art rock de Lou Reed nasce de pequenas coisas – e, assim, pequenas coisas, pequenos episódios, expressam-se os grandes sentimentos de um dia perfeito. Um dos raros momentos de um Lou expressamente sentimental, sua voz grave simplesmente nos carrega – e um dia qualquer, um dia monótono, se pode tornar-se um dos dias mais fascinantes de nossa vida.

● 5. “Love me Tender” – Elvis Presley (1956).
Esta provavelmente é a peça inaugural – lançado junto ao filme de mesmo nome, “Love me Tender” provavelmente é o primeiro momento que desponta a sensível tradição de popularidade das músicas românticas no Soft Rock americano. Com ternura, podemos ouvir sentimentos delicados de um amor verdadeiramente apaixonado na voz de Elvis. Pois, aqui se compõe algo da mais singela declaração de amor.

Enfim, que este sentimento não se perca – que este tempo não se passe. Pois mesmo o Manuche quer decifrar estes sentimentos, todas as dicas e indícios que a vida nos dá do amor. Ouça aqui “Se Hoje Fosse Antes” e decifraremos juntos –
https://soundcloud.com/banda-manuche/se-hoje-fosse-antes-manuche.